Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

Publicado em 

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

Terra suave e cultural, Guadalupe o acolhe para uma estadia entre natureza exuberante e ociosidade... Seja bem-vindo ao Caribe!

Antes de viajar para Guadalupe, é preciso se preparar: leve na mala roupa de banho e protetor solar. E para se aventurar pelo território terrestre, pegue também um bom par de calçados de trilha e algumas roupas esportivas. Quando esses acessórios tiverem sido reunidos, você estará pronto. Nou kontan wè zot!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

1° dia

9h – Passeio pela Pointe des Châteaux
A Pointe des Châteaux (“Ponta dos Castelos”), pequena extensão de terra vinculada ao município de Saint-François, na ilha de Grande-Terre, encontra-se na extremidade leste de Guadalupe. A visita é imperdível, e da praia basta seguir os caminhos sinalizados: um passeio de dois quilômetros em plena natureza. Ao chegar à “Grande Cruz”, situada no topo da Ponta, você poderá admirar a vista de 360 graus para a baía. Voltando à área de estacionamento, permita-se uma pausa saborosa e deguste o sorvete de coco vendido no caminhão da “senhora de chapéu”, o melhor da ilha.

10h30 – Visita da destilaria Damoiseau
Quem fala de “Antilhas” fala necessariamente de “destilaria”, “rum” e “punch”. A cana-de-açúcar, da qual o rum é extraído, representa o símbolo da ilha, além de ser um dos pilares econômicos. A ilha é chamada de Papillon (Borboleta) devido à sua configuração em dois pedaços de terra – Grande-Terre e Basse-Terre –, e cada um deles tem suas próprias preferências em termos de rum. Na Grande-Terre, aconselha-se o rum Damoiseau, e na Basse-Terre, o rum Bologne. Hoje, como você já está na Grande-Terre, dirija-se ao Le Moule e visite a destilaria. Lá você aprenderá tudo sobre a história da cana-de-açúcar e os diferentes tipos dessa bebida local. Na sequência, antes de almoçar, separe um pouco de tempo para a degustação. Com moderação, é claro.

Distillerie Damoiseau
Bellevue
97160 Le Moule
Fone: +590 (0)5 90 23 55 55
damoiseau.fr

14h30 – Stand up paddle na praia du Moule
Depois de almoçar no Le Spot, um ponto de referência para os surfistas, pegue o caminho da praia du Moule. Que você seja iniciante ou expert do remo, esportista ou não, essa praia é o local perfeito para a prática do paddle em Guadalupe. Quanto tiver se habituado ao material, um guia irá levá-lo até o manguezal e seu passeio será inesquecível.

Le Spot
Boulevard Maritime
97160 Le Moule
Fone: +590 (0)5 90 85 66 02

19h30 – Jantar na marina do Gosier
Para o jantar, direção à marina do Gosier. Se você estiver nas redondezas de Pointe-à-Pitre, o La Voile Blanche é o melhor restaurante gastronômico que você pode escolher. Em um ambiente elegante, é possível saborear salmão semicozido ou peito de ave e molho de trufa branca (cogumelo). Para terminar a noite, faça uma parada no Le Pam Pam, logo ao lado, para uma última bebida ou um sorvete em tamanho XXL.

La Voile Blanche
Marina du Gosier
97110 Pointe-à-Pitre
Fone: +590 (0)5 90 90 25 79

Le Pam Pam1, mol portuaire
Marina du Gosier
97110 Pointe-à-Pitre
Fone: +590 (0)5 90 90 83 92

22h – Acomodação no hotelAo sul da Grande-Terre, entre mar e vegetação, o Auberge de la Vieille Tour foi construído em torno de um antigo moinho de vento do século XVIII.
O prédio de arquitetura crioula está situado em meio a um jardim tropical de três hectares e proporciona uma ampla paleta de tons em harmonia com os tecidos dos 103 quartos, decorados em estilo colonial.

Auberge de la Vieille Tour
Montauban
97190 Le Gosier
Fone: +590 (0)5 90 84 79 83
Diária: a partir de 180 EUR

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

2° dia

7h – Mercadão de Pointe-à-Pitre
Sem dúvidas o Mercado Municipal de Pointe-à-Pitre é o mais fascinante da ilha. Lá você encontrará barracas de frutas e legumes ao lado das bancas de flores com seus magníficos aromas, e, no saguão, todos os tipos de temperos. Não deixe de pedir conselhos aos comerciantes crioulos, que adoram dar dicas aos turistas sobre como preparar perfeitamente um excelente rum macerado caseiro ou o melhor prato de “colombo” ao voltarem para casa. Durante seu passeio, faça uma parada para escutar o som dos tambores e admirar os dançarinos de gwoka. Por certo a lembrança dessa visita permanecerá marcada por muito tempo na sua memória!

Marché central de Pointe-à-Pitre
Angles des rues Frébault et Peynier
97110 Pointe-à-Pitre

10h – Praia de Sainte-Anne
Essa é A praia paradisíaca de cartão-postal. Imagine por um segundo: Mar do Caribe, sol, areia branca e coqueiros a perder de vista. O lugar ideal para se bronzear, não? Lembre-se de se proteger com filtro solar e de não chegar muito tarde, já que o local é bastante renomado e procurado. Nosso conselho: indo até a outra extremidade da praia, você terá todas as chances de encontrar um pedaço de areia mais calmo.

13h – Almoço no Le Grand BleuPara conhecer o Le Grand Bleu, dirija-se ao hotel La Toubana em Sainte-Anne. O chef do restaurante propõe uma culinária crioula excelente em um cenário magnífico. Do terraço, você poderá avistar o panorama das ilhas La Désirade, Saintes e Marie-Galante. Prove a lagosta, que é a especialidade da casa.

Le Grand Bleu
Fonds Thézan
97180 Sainte-Anne
Fone: +590 (0)5 90 88 25 57
www.toubana.com

15h – Mergulho na Reserva Cousteau
Guadalupe tem a sorte de contar com alguns pontos de mergulho esplêndidos. A Reserva Cousteau, em Bouillante, faz parte deles. Depois de almoçar, pegue a estrada sentido Basse-Terre, uma hora é suficiente para chegar à reserva. Em pleno Parque Nacional de Guadalupe, ela se situa de frente para a praia Malendure. Você poderá explorar 1 000 hectares de profundezas submarinas e cruzar com peixes tropicais, corais, tartarugas e golfinhos. Se tiver um pouco de sorte, e em função da estação do ano, você poderá ouvir até mesmo o canto das jubartes.

www.reserve-cousteau.com

20h – Jantar em versão crioula
Defronte à Reserva Cousteau, o restaurante La Touna propõe mil e um sabores antilhanos para degustação. No menu, bolinhos de bacalhau, carpaccio de marlim-azul, “colombo” de frango, fricassê crioulo de lambis e banana flambada de sobremesa.

La Touna
Pigeon-Malendure
97125 Bouillante
Fone: +590 (0)5 90 98 70 10
www.la-touna.com

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

3° dia

Les Saintes

Depois de dois dias cheios, permita-se uma pausa e embarque para o arquipélago Les Saintes, ao largo do litoral meridional de Guadalupe. De Pointe-à-Pitre, a travessia leva uma hora, e de Trois-Rivières, menos de 30 minutos serão necessários para chegar à Terre-de-Haut ou à Terre-de-Bas.
Quando estiver na Terre-de-Haut, não perca a visita do Forte Napoleão, tanto pelo panorama quanto pela magnífica flora que ocupa esse pequeno pedaço de arquipélago. Na Terre-de-Bas, visite os vilarejos de pescadores e pare na praia da Grande Anse, a mais bela da ilha, para um mergulho no Mar do Caribe.
Lembre-se de reservar sua passagem um ou dois dias antes da partida. No local, você encontrará opções de hospedagem, como o Lô Bleu Hôtel, e pequenos restaurantes calorosos, dos quais o Ti Kaz' La.

Lô Bleu Hôtel
Fond de Curé
97137 Terre-de-Haut
Les Saintes
Fone: +590 (0)5 90 92 40 00
www.lobleuhotel.com
Diária: a partir de 98 EUR

Ti Kaz' La
58, route de l'Anse Rodrigue
97137 Terre-de-Haut
Les Saintes
Fone: +590 (0)5 99 57 63
ti-kaz-la.restaurant-les-saintes.com

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

4° dia

8h – Subida da Soufrière
Esta manhã será totalmente voltada para a prática de trilha. Pegue seus calçados de caminhada, vista um casaco corta-vento (chuvas leves irrompem regularmente), se necessário separe um bastão de trilha e você estará pronto! A saída é feita do estacionamento de Bains Jaunes, a 950 metros de altitude. Prossiga pelo caminho do Pas du Roy, passe pela planície da Savane em Mulet, depois pelo caminho de Dames para chegar ao topo do vulcão da Soufrière.

www.la-soufriere.com

14h – Visita da Plantação Grand Café
Depois de almoçar no Ti Pic em Capesterre, um pequeno restaurante autêntico da Basse-Terre, direção à Plantação Grand Café, no mesmo município, para aprender tudo sobre a tradição da banana em Guadalupe. A programação inclui o passeio a pé e de trator pelo bananal, a visita da antiga mansão colonial, degustações de café e, claro, de bananas, suco de frutas e punch.

Le Ti Pic
37, rue Schoelcher
97130 Capesterre-Belle-Eau
Fone: +590 (0)6 90 71 48 69

Plantation Grand Café
Lieu-dit Sainte-Marie
97130 Capesterre-Belle-Eau
Fone: +590 (0)6 90 63 51 01
www.plantation-grand-cafe.com

19h – Jantar e pernoite no Le Jardin de Malanga
Para a sua quarta noite em Guadalupe, mudança de ilha e mudança de hotel. Você ficará hospedado no município de Trois-Rivières, em uma antiga propriedade colonial transformada em ninho de paz, o Le Jardin de Malanga. É possível pernoitar na casa principal ou em um dos três chalés crioulos. Desfrute da piscina infinita e na hora do jantar acomode-se no Panga, restaurante do hotel e um dos melhores da região, para saborear uma das variedades de pratos compostos por frutas e legumes tropicais, temperos, peixes, lagostas e carne.

Le Jardin Malanga Hôtel
60, route de l'Hermitage
97114 Trois-Rivières
Fone: +590 (0)5 90 92 67 57
jardinmalanga.com/hotel-guadeloupe/
Diária: a partir de 215 EUR

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Diário de viagem: 5 dias de muito sol em Guadalupe

5° dia

9h – Jardim Botânico de Deshaies
No município de Deshaies, Basse-Terre, esse cantinho de paraíso faz sucesso entre os adeptos da natureza. O Jardim Botânico de Deshaies, antiga propriedade do comediante francês Coluche, se estende por sete hectares de plantas deslumbrantes e animais (das carpas koi aos papagaios passando pelos flamingos), que fazem a alegria da criançada.

Jardin botanique de Deshaies
Villers
97126 Deshaies
Basse-Terre
Fone: +590 (0)5 90 28 43 02
www.jardin-botanique.com

11h30 – Cachoeiras do Carbet
A uma curta distância do Jardim Botânico, a passagem pelas Cachoeiras do Carbet é obrigatória para os apaixonados por natureza. Atenção, aqui também, não esqueça os calçados de trilha para atravessar com conforto os caminhos íngremes que levam até as cachoeiras. A mais alta das três culmina a 115 metros e proporciona um espetáculo magnífico.

Chutes du Carbet97130 Capesterre-Belle-Eau
Basse-Terre

13h30 – Tarde ociosa na praia de Malendure
Com a sua estadia chegando ao fim, é hora de descobrir as mais belas praias da Basse-Terre: as de areia preta, próximas do vulcão da Soufrière. Antes, você poderá almoçar frango ou peixe, conforme suas vontades, no pequeno restaurante da praia de Malendure, o Chez Loulouse. Ao terminar, o patrão irá propor sua especialidade: um rum macerado que só ele conhece o segredo. Por fim, acomode-se na praia e espere o pôr do sol para tirar algumas fotos antes de voltar para casa com tantas lembranças maravilhosas.

Chez Loulouse
Plage de Malendure
97125 Bouillante
Basse-Terre