ONU: um palácio tão grande quanto o de Versalhes

monumento
ONU: um palácio tão grande quanto o de Versalhes

Símbolo imperdível, o Palácio das Nações domina o bairro e confere, com sua monumentalidade e a multiplicidade de atividades que se realizam ali, uma energia especial à cidade.

Em 1919, Genebra foi escolhida como sede da Sociedade das Nações (Liga das Nações), a primeira organização política intergovernamental, colocando-se, assim, no cerne da diplomacia mundial.

A necessidade de construir um “templo da paz” rapidamente se tornou evidente. Vários arquitetos, como Carlo Broggi (Itália), Julien Flegenheimer (Suíça), Camille Lefèvre e Henri-Paul Nénot (França) e Joseph Vago (Hungria) trabalharam juntos no projeto. O local de construção durou de 1929 a 1937 e foi, naquela época, a maior empresa de arquitetura da Europa, o que deu origem a um edifício tão vasto quanto o Castelo de Versalhes. Embora o complexo, formado por cinco edifícios, exiba em seu exterior um academismo monumental, a decoração interior é composta por notáveis obras de arte que refletem a diversidade cultural dos países que compõem a SDN.

A Sociedade das Nações interrompeu suas atividades com a Segunda Guerra Mundial. Após a sua dissolução em 1946, o Palácio se tornou o centro europeu da ONU e, em 1966, o Escritório das Nações Unidas em Genebra (UNOG). Hoje, é um lugar indispensável para conferências diplomáticas, pois são feitas ali cerca de 9 mil reuniões por ano.

Palácio das Nações
8-14, avenue de la Paix (entrada através do portal de Pregny, em frente ao CICR)
1202 Genebra

Fone: +41 (0)22 917 48 96

www.unog.ch