Ua Pou, a ilha em liberdade

insólito
Ua Pou, a ilha em liberdade

Esta beleza que pertence às Ilhas Marquesas impressiona os viajantes desde a chegada, por conta de seu relevo tortuoso com picos afilados e falésias íngremes, erguendo-se orgulhosamente no meio da imensidão do oceano.

"Flechas vulcânicas parecendo campanários", escreveu o famoso Robert Louis Stevenson em 1888. O relevo interrompido pelas leis da geologia marca ainda hoje o espírito dos viajantes que partem para uma aventura no fim do mundo. Porque Ua Pou, membro do arquipélago polinésio mais distante dos continentes, fica situado a 1 300 km do Taiti. Não é nem necessário dizer que a ilha soube se emancipar, como seus cavalos selvagens que povoam suas colinas, margens e vales

Um vento de liberdade sopra também na criatividade dos diversos artistas que vivem aqui: músicos, pintores, escultores, bailarinos. Eles encontram inspiração nas paisagens tão diferentes, dominadas por uma quinzena de colunas basálticas, que culminam a 1.200 metros e são consideradas como os pilares da morada divina. Pois é preciso convocar os deuses para abraçar tamanha beleza.