Outros casos ou deficiências

Determinadas deficiências ou patologias podem necessitar de uma preparação específica ou da presença de um acompanhante, embora este último não seja obrigatório.

Pessoas com paralisia ou sem membro(s) superior(es)

As pessoas com paralisia ou sem membro(s) superior(es) mas que podem utilizar os seus membros inferiores podem viajar sem acompanhante.

Ser-lhes-á prestada assistência a bordo para apertar e desapertar o seu cinto de segurança, bem como para agarrar e ajustar a máscara de oxigénio, se necessário. Em contrapartida, esta assistência não inclui:
  • a assistência prestada para comer ou tomar medicamentos,
  • a assistência prestada na casa de banho
  • ou qualquer outra assistência de carácter pessoal.

Deve portanto certificar-se de que a situação pessoal da pessoa que viaje sozinha lhe permite assumir, sem qualquer ajuda externa, todos os requisitos de uma viagem aérea. Caso contrário e para evitar qualquer dificuldade a bordo, recomendamos vivamente que viaje acompanhada.

ESTRUTURA OU COLETE PARA ASSENTO

Utiliza um colete ortopédico ou uma estrutura anatómica para assento? Informe-nos aquando da reserva ou até 48 horas antes da sua partida. Antes de entrar em contacto com os nossos serviços, transfira o formulário abaixo e indique as dimensões do seu equipamento. Estas informações são necessárias para que se possa instalar a bordo com toda a segurança.

Na classe Business, não é possível utilizar uma estrutura fixa ou um colete para assento em determinados Boeing 777 nem em nenhum Boeing 787.

A sua mobilidade é temporariamente reduzida? Contacte o serviço Saphir para obter assistência.

CÃES DE ASSISTÊNCIA

O transporte na cabina dos cães de assistência é gratuito e está sujeito às mesmas condições que o dos cães-guias:
  • devem respeitar todos os requisitos sanitários dos países de partida, chegada e/ou escala,
  • devem estar identificados por meio de chapa ou arnês. Na ausência do anterior, deve poder comprovar (incluindo através de garantia verbal credível) a certificação e função do animal,
  • podem viajar sem açaime,
  • devem permanecer sempre presos,
  • não devem obstruir os corredores,
  • o seu comportamento deve ser irrepreensível em quaisquer circunstâncias,
  • ser-lhe-á proposto um assento com o maior espaço possível mas o seu cão não poderá ocupar um assento. As saídas de emergência são proibidas.
A partir de 1 de março de 2021, em conformidade com a revisão da regulamentação relativa ao transporte de animais de assistência (Air Carrier Access Act) por parte do ministério norte-americano, apenas serão aceites a bordo cães de assistência psiquiátrica. Estes cães devem ser treinados por um organismo de formação ou um treinador para desempenharem as suas funções em benefício de pessoas deficientes.

Para verificar que todos os critérios de aceitação são cumpridos, está disponível um novo formulário de referência (apenas em inglês) no portal regulamentar do "U.S. Department of Transportation".

Como solicitar o transporte de um animal de assistência?

O transporte na cabina de um animal de assistência (serviço SVAN) deve ser solicitado pelo menos 48 horas antes da partida. Deve enviar um pedido de transporte "animais de assistência" por e-mail com os seguintes documentos:

  • O formulário de pedido preenchido e assinado..
  • Uma cópia da página do passaporte do animal de estimação com informações sobre a raça, o peso e a altura.
  • Em voos com duração superior ou igual a 8 horas, um certificado veterinário indicando que o cão não terá de fazer as suas necessidades durante o voo ou uma lista de artigos (por exemplo, fraldas ou medicamentos) que o cliente levará a bordo para evitar quaisquer problemas de higiene na cabina.

Envie o seu pedido por e-mail para o seguinte endereço:

Em voos operados pela Air France, os cães de assistência psiquiátrica apenas são aceites de/para os Estados Unidos.
return to top of page