Viagem e COVID-19:
as respostas às suas perguntas


As condições de entrada, saída e trânsito de cada país podem ser diferentes. Verifique as condições a serem respeitadas para as suas viagens de ida e volta.

Passe sanitário

O passe sanitário é a prova, em papel ou no formato digital, de que foi vacinado, está curado ou foi testado negativo para a COVID-19.

Consoante a sua situação, esta prova pode ser:

Um certificado de vacinação completo datado de pelo menos 7 dias para as vacinas Pfizer, Moderna, AstraZeneca/Covishield, R-Pharm ou Fiocruz e pelo menos 28 dias para a vacina Janssen
OU
Um resultado negativo do teste à COVID-19 com menos de 72 horas (RT-PCR, antigénico ou autoteste realizado sob a supervisão de um profissional de saúde)
OU
O resultado de um teste RT-PCR ou antigénico positivo à COVID-19 atestando a sua recuperação com pelo menos 11 dias e menos de 6 meses.
Cliquer pour replier le bloc
Todos os voos domésticos em França (excluindo os departamentos e territórios ultramarinos franceses e a Córsega) são abrangidos pelo passe sanitário.
Relembra-se que se reservou uma viagem de avião + comboio, deverá também apresentar o seu passe sanitário para apanhar o comboio.
Cliquer pour replier le bloc
A partir dos 12 anos, deve apresentar:
  • Uma declaração de honra que deve descarregar aqui (apenas para voos para a Córsega)
  • Um certificado de vacinação completo

OU
Um teste PCR negativo com menos de 72 horas ou um teste antigénico negativo com menos de 48 horas
OU
O resultado de um teste RT-PCR ou antigénico positivo à COVID-19 atestando a sua recuperação com pelo menos 11 dias e menos de 6 meses.

Para obter mais informações, visite o site da prefeitura da Córsega
Cliquer pour replier le bloc
Se viajar entre França continental e os departamentos e territórios ultramarinos franceses, aplicam-se medidas específicas que pode verificar no site TravelDoc. Consultar o site TravelDoc
Cliquer pour replier le bloc
  • Se tiver uma ligação em França continental, deve apresentar um passe sanitário.
  • Se tiver uma ligação para um voo internacional, não necessitará de apresentar um passe sanitário. Verifique os outros documentos obrigatórios para a sua viagem no site TravelDoc.
Cliquer pour replier le bloc
Nos voos domésticos em França, com exceção da Córsega, os menores, acompanhados ou não, estão isentos de apresentar um passe sanitário até 30 de setembro de 2021 inclusive.
Cliquer pour replier le bloc
O acesso aos aeroportos Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly está reservado aos passageiros e acompanhantes de passageiros menores, portadores de deficiência, com mobilidade reduzida ou vulneráveis. Os acompanhantes não são obrigados a apresentar um passe sanitário.

Para saber as condições de acesso a outros aeroportos, consulte os respetivos sites.
Cliquer pour replier le bloc
Os cidadãos franceses vacinados num país fora da União Europeia podem solicitar um passe sanitário europeu. Consulte o site France Diplomatie para obter mais informações.
Cliquer pour replier le bloc
Se não for cidadão francês e tiver sido vacinado num país fora da União Europeia, consulte o site France Diplomatie para saber como solicitar o seu passe sanitário europeu. Este passe sanitário permitir-lhe-á desfrutar plenamente da sua estadia.
Cliquer pour replier le bloc

Teste à COVID-19

Os testes à COVID-19 são válidos apenas por um curto período de tempo: uns dias antes da partida ou chegada consoante os países. Consulte o site TravelDoc para saber quando deve fazer um teste antes da sua viagem.
Cliquer pour replier le bloc
O tipo de teste à COVID-19 autorizado varia consoante os países. Consulte o site TravelDoc para saber que teste deve fazer antes da sua viagem.
Cliquer pour replier le bloc
Se viajar para a Córsega, deverá apresentar consoante a sua situação:

• uma declaração de honra, a ser descarregada aqui ou no site da prefeitura da Córsega;
• um teste PCR negativo com menos de 72 horas ou um teste antigénico negativo com menos de 48 horas se não for vacinado;
• um certificado de vacinação se for vacinado e se recebeu a sua última dose há pelo menos 2 semanas para as vacinas Pfizer, Moderna ou AstraZeneca e há pelo menos 4 semanas para as vacinas Johnson & Johnson;
• um certificado de vacinação e uma prova de recuperação da COVID-19 com menos de 6 meses se recebeu apenas a primeira dose da vacina Pfizer, Moderna ou AstraZeneca.

Não são necessários testes noutros voos domésticos.

Também se aplicam restrições às viagens entre França continental e os departamentos e territórios franceses ultramarinos. Consulte o site TravelDoc para obter mais informações.
Cliquer pour replier le bloc
Determinados países exigem um certificado de teste em formato digital ou impresso que pode incluir um código QR. Este certificado pode ser diferente do resultado enviado pelo seu laboratório. Consulte o site TravelDoc para verificar que documento deve apresentar no aeroporto.
Cliquer pour replier le bloc
Determinados países aceitam um certificado em inglês, enquanto outros exigem que este seja traduzido para o idioma oficial. Consulte o site TravelDoc para obter mais informações.
Cliquer pour replier le bloc
Determinados países impõem um teste negativo recente à COVID-19 para entrar no território. Se não tiver recebido os resultados do seu teste a tempo para a sua viagem, contacte-nos antes da partida do seu voo. Poderá adiar a sua viagem por, no máximo, 4 dias sem quaisquer custos adicionais.
Cliquer pour replier le bloc
A maioria dos países impõe um teste negativo à COVID-19 para entrar no seu território. Consulte o site TravelDoc para obter mais informações.
Cliquer pour replier le bloc
Encontre um centro de testes perto de si ou no seu destino no mapa da aliança SkyTeam ou marque nos centros de testes em Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly.
Cliquer pour replier le bloc

Vacina contra a COVID-19

Determinados países isentam os viajantes vacinados de apresentarem um teste negativo à COVID-19. Consulte o site TravelDoc para saber se é o seu caso. Não se esqueça de verificar as condições de validade, o tipo de vacina autorizado e o prazo mínimo exigido entre a última injeção e a entrada no território.
Cliquer pour replier le bloc
Determinados países isentam os viajantes vacinados de fazerem uma quarentena à chegada. Consulte o site TravelDoc para saber se é o seu caso. Não se esqueça de verificar as condições de validade, o tipo de vacina autorizado e o prazo mínimo exigido entre a última injeção e a entrada no território.
Cliquer pour replier le bloc
As vacinas autorizadas variam consoante os países, bem como as suas condições de validade e o prazo mínimo entre a última injeção e a entrada no território. Além disso, determinados países exigem que todos os viajantes, mesmo aqueles que foram vacinados, apresentem um teste negativo à COVID-19 ou façam uma quarentena à chegada. Consulte o site TravelDoc para obter mais informações.
Cliquer pour replier le bloc

Condições de viagem

Determinados países impõem uma quarentena a viajantes provenientes de países de risco ou que não cumpram com determinadas condições de viagem. Consulte o site TravelDoc para saber se deverá fazer uma quarentena e quais as modalidades da mesma.
Cliquer pour replier le bloc
A duração e as condições de uma quarentena variam consoante os países. Pode ser obrigatória ou recomendada, ter lugar num endereço à sua escolha ou num hotel aprovado pelas autoridades locais e exigir um ou vários testes à COVID-19 antes de ser levantada. Consulte o site TravelDoc para obter mais informações.

Nota: as despesas inerentes à quarentena ficam a cargo do viajante.
Cliquer pour replier le bloc

Notícias

O site TravelDoc permite-lhe obter as informações mais recentes sobre as condições de viagem em vigor em todo o mundo.
Contudo, determinadas informações sobre voos domésticos não estão disponíveis no site TravelDoc. Se viaja em França continental, incluindo a Córsega, consulte o site do Ministério do Interior.
Cliquer pour replier le bloc
return to top of page